Clique em nossos anúncios

Clique em nossos anúncios
Gostou do Blog, Clique em Nossa Publicidade!

Amor e Sexo

Coisas que os homens não reparam na hora “H”


Se você sente inseguranças em relação ao seu corpo, principalmente nos momentos íntimos. Saiba que eles não se importam com isso.
Homem e mulher deitados 2
Olhando por aí me deparei com uma publicação feita por Ian Kerner, um famoso sexólogo e autor do livro “She Comes First” (Ela vem em primeiro lugar). Segundo Ian Kerner, a quantidade de hormônios que os homens recebem na hora “H”, impedem que eles vejam ou percebam os pequenos defeitinhos, como algumas celulites, estrias ou mesmo se estamos um pouco acima do peso.
Para provar que os homens não estão interessados apenas em um corpo e rosto bonito, Ian Kerner listou coisas que os homens nem percebem quando estão conosco no chamego.

Tamanho e formato de seios

Tenho certeza que só nós mulheres conseguimos perceber que o seio direito é um pouco maior que o esquerdo. Garanto que durante os amassos, eles não vão se importante se os seus seios são grandes ou pequenos ou se é um diferente do outro.
Tamanho dos seios

Celulite

Sem dúvidas a celulite é um dos probleminhas que nós mulheres mais odiamos no mundo. Mas, para a nossa alegria, na hora do pega- pega os homens nem reparam neste pequeno defeitinho, eles só querem saber de outra coisa.

Quilinhos extras

Apesar dos quilinhos extras serem o grande inimigo de nós mulheres, o especialista Ian Kerner afirma que o homem não vê e nem pensa em um corpo todo magrinho e com curvas perfeitas neste momento, pois estão ocupados demais passando por várias sensações hormonais que são causadas pela testosterona, oxitocina e a dopamina.

Cabelo e maquiagem perfeita

Outra afirmação do nosso querido sexólogo é que os homens não se importarão se estivermos super maquiadas com um cabelo impecável ou com uma maquiagem leve e com os cabelos naturais. O mais importante é fazer aquilo que nos deixa confiantes.

Transpiração

Durante o pega- pega é normal que transpiremos mais. Mas isso já não será um problema, pois Ian Kerner afirma que o odor natural feminino é excitante para os homens. Não estou dizendo para você não tomar mais banho e nem usar um perfume na hora de sair com o gato, estou dizendo que não é para se preocupar tanto se suar um pouquinho mais que o normal.
Casal apaixonado
A dica para as mulheres é relaxar e tentar (eu disse tentar) ao máximo não se importar com essas pequenas coisas, pois afinal tem coisa mais importante para pensar e fazer.

Para mais dicas, acesse: Clique aqui.
Modelos e Marcas - Dicas
www.modelosemarcas.com.br

Fonte: http://mundomulheres.com

--------------------------------------------------------------------------------

10 coisas que eles adoram na cama (e 5 que eles odeiam)


Eles adoram... 
1. Quero mas não queroAndré*, 33 anos, não soube dizer uma coisa só, e fez uma listinha: Muito beijo na boca, carinhos, sexo oral, e, claro, penetração é fundamental!, diz, aos risos. Mas revelou uma coisa que adora em especial. Gosto daqueles joguinhos, da mulher que resiste, mas no fundo quer que continue. 

2. Ela sob controleRodrigo*, 32 anos, diz que sua posição preferida é quando a mulher está de quatro. Além da gente ver melhor o corpo dela, tem o controle da situação, afirma ele. Pode ficar admirando o bumbum e dar umas puxadas no cabelo. E ele diz que algumas mulheres ainda resistem. Muitas dizem que não gostam, acho que exatamente por ficarem sem controle, reclama. 

3. Muita atitudeDaniel*, 25 anos, adora as mulheres que tomam iniciativa. Eu gosto de mulher que tem atitude na cama, sem vergonha de nada, elogia ele. É muito sem graça quando ela só fica esperando a gente ter a iniciativa.

4. Bem preparadas 
Um hidratante muito cheiroso e uma lingerie minúscula é muito instigante. Uma tatuagem bem sexy eu também adoro, diz Matheus*, de 27 anos. Acho que a mulher precisa ganhar a gente antes de começar a transa, para deixar com vontade.

5. Temperar com tapinhas e palavrõesMarcos* gosta de xingar e até dar uns tabefes. Não em toda transa, senão perde a graça. Mas, às vezes, tem que rolar uns tapinhas e uns palavrões, diz o rapaz de 29 anos. Mulher não pode se ofender com o que é dito na cama. Minha ex-namorada já veio me perguntar no dia seguinte da transa porque eu tinha usado certos nomes. Foi constrangedor.

6. Massagem sensualProvocações também são a preferência de muitos homens. Para Lúcio* não é diferente. Gosto quando a mulher faz uma massagem em mim, sobe pelo corpo, vai se aproximando, dando beijinhos, roça os seios..., exemplifica ele, de 34 anos. 

7. Mamilos sensíveis Mulher sente muito prazer nos mamilos, certo? E os homens também, não se esqueça disso. Tem cara que tem vergonha de assumir isso para a namorada. Eu não. Adoro que acaricie, morda, beije..., admite Luiz*, 32 anos.

8. Elogios e bis!Thiago*, 28 anos, agradece quando recebe elogios, digamos, ao seu dote. Pouco modesto, ele diz que já está acostumado. Faz bem para o ego quando elas gostam do tamanho.... Sobre a performance, ele diz que não precisa de comentários. A melhor maneira de saber que foi bom é quando ela pede bis. 

9. Pacote completo 
O mesmo Thiago diz que a mulher perfeita é aquela que libera tudo. No sexo, tem que rolar de tudo entre o homem e a mulher. Por mim, a transa teria que ter frente e verso e tudo mais que rolar. 

10. Mulheres dominadorasRicardo* diz que gosta que a mulher conduza a transa. Não gosto de fetiches de correntes, algemas e que me amarre. Mas eu gosto que ela leve as coisas do jeito dela. Pode até imobilizar de outras maneiras, mas nada sadomasoquista, diz ele, de 28 anos.

E, acredite se quiser, eles odeiam... 
1. Sexo oral violentoSexo oral é unanimidade, mas há um porém. Não tem nada mais broxante do que mulher que faz sexo oral com tanta força que chega a doer, fora as que batem os dentes, diz Mauro*, 28 anos. Vá com calma!, implora o moço. 

2. Não me toquesPara Rodrigo (aquele que disse que adora controlar a situação), frescura tem limites. Claro que a mulher tem o direito de não querer sexo anal, por exemplo. Mas tem umas que não topam nada!, reclama. Papai-mamãe em toda transa não dá. 

3. Direitos iguais 
Cezar* diz que está cansado de ouvir por aí que mulher ama preliminares e atinge o orgasmo muito mais facilmente quando ele faz sexo oral. Ele concorda, mas faz uma objeção. Elas querem que a gente fique fazendo oral nelas um tempão. Mas o contrário costuma ser bem mais rápido, isso quando fazem sem a gente ter que pedir.

4. Má vontadePara Sidney, nada pior do que mulher que transa sem estar com vontade. É horrível quando a mulher não está a fim. Não demonstram interesse, fazem o básico, como se fosse por obrigação, descreve ele, de 32 anos. Às vezes, acho que não querem desanimar o cara, mas seria melhor serem sinceras, dizendo que não estão a fim.

5. Voz de nenê 
Parece difícil de acreditar, mas Celso* garante que há mulheres que fazem voz de nenê inclusive na cama. Eu detesto, condena o rapaz de 28 anos.

Para mais dicas, acesse: Clique aqui.
Modelos e Marcas - Dicas
www.modelosemarcas.com.br

-------------------------------------------------------------------------------

Sexo prolongado: 11 dicas para ignorar o orgasmo e fazer amor por horas

Quando se fala “sexo prolongado”, a pessoa tem em mente um casal que fica mais de 3 horas transando – com breves interrupções para carinho, conversa, hidratação e alimentação – sem contar preliminares como jantar e dança.
Por “ignorar o orgasmo”, refere a transar sem dar nenhuma importância ao orgasmo e continuar mesmo depois de gozar. Como isso é raridade no universo masculino (mesmo para quem consegue, a potência é bastante reduzida na segunda vez), recomenda-se que o homem evite ejacular, enquanto as mulheres ficam liberadas para gozar o quanto quiserem.
VEJA AS DICAS
1. Não ejacule por 2 ou 3 dias
Duas constatações do homem que observa seu funcionamento sexual: a ejaculação desperdiça energia vital, diminui a qualidade da ereção e o desejo de atravessar e penetrar sua mulher. Se você respeita sua mulher, fique 3 dias sem ejacular antes de encontrá-la. Naquele fim de semana em que vocês não se desgrudam, deixe para ejacular apenas no fim do domingo, ou melhor, não ejacule e inicie a semana com 100% de vigor. Ejacular deve ser um ato consciente e não uma necessidade. Para aguentar mais de 3 horas de sexo, direcione a energia acumulada e mantenha potência total até levar sua mulher à exaustão. Ainda assim, você tem a liberdade de não ejacular, o que muitas vezes acontece simplesmente porque ela, depois de gozar várias vezes, acaba dormindo.
2. Sente-se imóvel em silêncio
Para não reagir ao impulso de gozar e aprender a ficar presente, sem cair em pensamentos e emoções autocentradas que tensionam O corpo (o que só aumenta a necessidade de ejacular para liberar o stress), existe o milenar método da meditação. É bastante simples: sente-se e fique imóvel em silêncio por uns 15 minutos. Observe como a mente é arrastada por vários pensamentos e como a energia do corpo oscila. Com a prática, você treina liberdade frente aos impulsos, estabiliza a energia e intensifica sua presença no mundo, algo que aprofundará o prazer na cama.
3. Aja como se já estivesse na cama
O melhor jeito de fazer sexo sem fim é não colocar um começo. Antes do beijo, longe da cama, eles se movem como se já estivessem deitados transpirando a noite. Ou seja, fazem amor com todas as coisas ao redor, deliciam-se com o vinho, piscam de prazer. Ele toca nas coisas como se estivesse tocando nela: com firmeza e delicadeza, sabendo o que está fazendo e para onde vai, mas sem pressa alguma de chegar. Ela abre o sorriso como se estivesse tirando a saia. Então, quando ele começa a penetrá-la, ambos tem a certeza de que aquilo já estava acontecendo. Aí o difícil é descobrir como terminar aquilo que nunca começou.
4. Se não estiver disposta(o), nem comece
Não temos a obrigação de finalizar uma noite quase perfeita com sexo. Se chegamos cansados, é melhor dormir do que fazer um sexo displicente, sem vigor, apático. Se a mulher está animada, o homem pode tomar um banho gelado para ficar no ponto. Se é o homem que está pronto, a mulher pode se deixar levar até ficar excitada e pedir pela penetração. No entanto, nem sempre isso acontece naturalmente – e se há esforço, é melhor deixar para depois. O ponto é não aceitar nada menos do que um sexo vigoroso, atento, com total presença de ambos.
DURANTE…
5. Respire profundamente e absorva o outro
Enquanto algumas mulheres fazem uma respiração pulmonar, superficial, agitada durante o sexo, muitos homens não sabem que soltar a barriga é um dos melhores modos de prorrogar a ejaculação. Sem vergonha, ambos podem perder a pose e respirar profundamente pelo abdômen durante o sexo. A contração usual da barriga deve ser transferida para os músculos pélvicos. Em vez de reter, meter. Aceitação sem filtros, a respiração é nosso grande convite ao outro e à vida: “Traga o que quiser, venha como vier: eu vou te abocanhar, engolfar e absorver tudo até te devolver, completamente transformada, a si mesma”.
6. Não tente controlar o orgasmo
Com a prática da respiração consciente, descobrimos que podemos nos movimentar freneticamente como animais e, ao mesmo tempo, respirar lentamente como deuses. Tal estabilidade gera o destemor que precisamos para chamar o mais intenso prazer. Avançar até o orgasmo em vez de evitá-lo. Para não ejacular, não fique se controlando. Quando você coloca um limite, todos os estímulos se tornam perturbadores e o empurram ao orgasmo. Nas preliminares, faça o teste das cócegas: se uma leve carícia, na axila ou na cintura, o fizer tremer como uma criança, respire e aprofunde sua entrega sensorial. O mesmo vale para as mulheres.
O caminho é inverso: vá até o fim, relaxe, se solte, permita que o prazer aumente em vez de impedi-lo e travá-lo. Para homens: quando sentir que for gozar, pare um pouco, troque de posição e continue até adquirir confiança para ultrapassar o ponto no qual você estava acostumado a se desesperar. Para mulheres: veja se gosta de segurar por muito tempo ou, se isso a distanciar do orgasmo, goze várias vezes enquanto ele treina não ejacular.
Para o casal, eis o processo rumo a níveis mais profundos de prazer: onde antes tremíamos em uma experiência de pico, agora repousamos em um céu de gozo sem origem, fim, eu, outro, dentro ou fora. O pico do prazer, se quiser ser considerado orgasmo, terá de ser cada vez mais arrebatador para conseguir nos fazer cair, desfalecer, estremecer.
7. Proponha o jogo da ereção constante
Se hoje gozamos facilmente, é porque ainda não entendemos o jogo. Caso contrário, não trocaríamos horas de prazer revitalizador por horas de cansaço sonolento. Faríamos de tudo para evitar que o orgasmo acabe com a brincadeira. Pois bem, para reconhecer um jogo, invente e simule-o até perceber que ele sempre esteve ali. Quando seu marido chegar em casa, diga que você não o deixará descansar por 3 horas seguidas. Então use mãos, peitos, lábios e pés para sustentar a ereção dele nos intervalos entre uma penetração e outra. A idéia é que ele não caia por nem um minuto.
Depois de meia hora, se você der sorte, ele terá ultrapassado vários picos de prazer e estará em uma condição livre, imperturbável. Nada no mundo consegue chacoalhar um homem assim – presente, lúcido, desperto. Acredite, você vai ter de implorar para ele gozar. Talvez você se coloque de joelhos, não por prazer, mas por cansaço: para fazê-lo parar. ;-)
8. Abuse do K-Y
Quando o casal descobre a diversão escondida logo depois das primeiras tentativas que o orgasmo faz para nos tirar do jogo, ou quando explora a diversão escondida logo atrás, entra em cena o famoso K-Y. Já que a lubrificação natural não dá conta de 5 horas de penetração, algum homem bom de cama sentiu necessidade de inventar uma substância parecida com as secreções de prazer que soltamos naturalmente. Tenho certeza que o primeiro slogan do produto foi: “K-Y: porque a lubrificação acaba, mas o amor não” (isso é uma brincadeira, mas ficaria feliz se essa frase fosse utilizada em uma campanha). Falando nisso, deixei um link abaixo para você aprender a usar seu K-Y de outro modo.
9. Faça intervalos
Junto com a diversão, podem surgir alguns problemas. Eu mesmo já passei mal, vi cores no escuro do quarto, alucinei e quase desmaiei durante uma noite dessas. Como nossa mente não é estável, brincar com a energia sexual nem sempre é saudável. Para evitar ocorrências do tipo, recomendo intervalos regulares para tomar água e comer frutas ou castanhas. Algo leve. Você pode tentar aproveitar o tempo para ficar um pouco longe dela, mas não vai adiantar: “Amor, traz chocolate?”.
10. Saiba brochar
Anote aí sua frase de redenção: o orgasmo é a coisa mais brochante do mundo! Demorou para abrir a camisinha, a boca dela não colaborou, o cansaço se impôs, a mente ficou confusa… Tudo isso pode ser rapidamente revertido, mas é muito difícil se levantar depois de ejacular. Para se recuperar de uma brochada, basta reconhecê-la e não tentar se livrar da situação desconfortável. Jogue a camisinha no chão, desista de tentar, aceite a derrota e sorria. Se não fizer isso, aí sim cairá em uma brochada clássica irremediável. Se, ao contrário, rir e se soltar, de repente suas mãos estarão passeando no corpo dela e a situação toda se levantará de novo.
11. Durante o prazer intenso, foque o outro
É muito comum encontrarmos mulheres e homens que, para gozar, se concentram em suas próprias sensações e até fecham os olhos, enclausurados, contraídos, como adolescentes em seus primeiros orgasmos. Para evitar que o sexo se transforme em uma masturbação a dois, o caminho é o inverso. Quando estiver se perdendo dentro de si mesmo, direcione seu olhar ao outro, ofereça seu prazer, mergulhe, solte, arranhe seu homem, enfie, enterre, meta com mais força em sua mulher. Só gozamos quando estamos distraídos acompanhando nossas sensações.
A fúria mansa masculina e a doce loucura feminina nos levam para além do orgasmo. É esse o verdadeiro prazer (inseparável do que chamamos de amor): ficar presente, sentindo tudo, completamente aberto. Se o homem se abre para as sensações da mulher, a ereção não oscila. Se a mulher se abre para a potência que vem dele, ela se sente penetrada para além do corpo. Só esse gozo é capaz de realmente satisfazê-la.
Veja mais dicas, Clique aqui.
Modelos e Marcas - Dicas
www.modelosemarcas.com.br

---------------------------------------------------------

SEXO: BRINCADEIRAS COM A BOCA QUE SÃO PURO PRAZER!


A gente adora usar a boca para beijar e para dizer coisas quentes, certo? Corretíssimo, mas dá beijar também outras áreas do corpo que dão muito prazer.
E não é somente de sexo oral que estamos falando.
Fazer carícias com a boca vai muito além disso. São brincadeiras e outros mimos que vão deixar qualquer homem maluquinho.
O sexo oral deve ser a cereja do bolo. Antes sua boca pode passear por áreas bem excitantes, como por exemplo, os mamilos. Existe um mito de que essa área é erógena somente nas mulheres, grande engano! Os homens sentem muito prazer nessa área. Comece beijando e mordiscando levemente e vá beijando todo o peito e descendo pela barriga.
Enquanto estiver beijando e acariciando o peito e a barriga dele, faça os mesmos movimentos que pretende fazer mais tarde no pênis, lambendo e sugando. Digamos que é um aperitivo para o seu homem.
Até os pés podem ser uma zona erógena. Experimente acariciar as pernas com massagens vigorosas e ao chegar aos pés dê mordidinhas na curva que fica entre o calcanhar e os dedos do pé.
Quando estiver bem perto da pelve, pare tudo e volte a beijá-lo na boca, se dedique ao pescoço e dê uma de vampira, mordendo deliciosamente. E vá percorrendo outras áreas, as reações dele te darão pistas sobre o que ele está gostando mais.
Depois disso tudo, dê a ele uma boa sessão de sexo oral. Dessas para ficar na memória por dias.